terça-feira, novembro 30, 2010

75 ANOS EM VIAGEM vs EXERCÍCIO DA IMORTALIDADE

Hoje, terça-feira, cumprem-se 75 anos sobre a morte do poeta Fernando Pessoa (1935). O escritor foi correspondente comercial, crítico literário e jornalista, publicitário, activista político, tradutor e amante da astrologia. Mente crítica, prolixa e actualizada, em pouco tempo de vida, (faleceu com 47 anos), serviu brilhantemente a língua portuguesa, sendo a sua obra conhecida, respeitada e estudada em várias partes do mundo.  Parte do seu trabalho é escrito em inglês, segunda língua, adquirida entre os sete e os dezassete anos em Durban, na África do Sul, onde viveu. 

A maior parte dos estudos da sua vida e obra, debruçam-se sobre a escrita poética, que emerge de uma multiplicidade perceptiva e emotiva, de um olhar agudo e único sobre o mundo, produto de uma personalidade heteronímica.

O próprio Pessoa se considerou um "drama em gente".O aniversário do Poeta será assinalado com a exibição do “Filme do Desassossego”, de João Botelho, no Teatro Nacional São Carlos, em Lisboa.

QUADRO - 'Homenagem a Fernando Pessoa' óleo sobre tela de Luís Badosa

Sem comentários:

Enviar um comentário