terça-feira, agosto 10, 2010

APRENDER EM PARCERIA / CRIAÇÃO POR DENTRO



Já falei aqui desse património histórico e cultural que se corporiza no Chico Buarque de Holanda, emergindo da sua criatividade prolixa e de uma agência tão sabedora como diversificada. Transgressor, porque inovador e interventivo, o Chico é cívico, é poeta, é músico, é filósofo, Ele É!
No vídeo Meu Caro Amigo Buarque revela que a sua aprendizagem como letrista se foi fazendo em parceria com Francis Hime, na criação de vinte novas canções, a partir da década de 70.

Parceria é uma palavra feliz porque conceptualiza uma ligação que não diz só respeito ao objecto que se pretende criar ou construir mas, sobretudo, à intimidade dos pares que empreendem a viagem para o sonho. Este entendimento por dentro, sustentado em generosidade, humildade e comunhão, é o sopro divino que determina a transcendência da obra.

Sou fã do Chico, a 100%. Nele vou buscar valores que gritam a grandeza do Viver, a alegria que permite a placidez e o instinto guerreiro que me torna jovem na vontade continuada de melhorar e aprender.

Aqui fica um Disco-Carta cuja narrativa é um retrato que não desactualiza.

4 comentários:

  1. Anónimo12.8.10

    O Chico Buarque é soberbo!

    ResponderEliminar
  2. Gostei dos OOOOLHOOOOSSS!

    Brincando o Chico Buarque enche a nossa alma.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pela participação. Viva o Chico!

    ResponderEliminar
  4. adorei ouvir e ler os seus comentários. Não podia estar mais de acordo. Gosto muito do Chico.

    ResponderEliminar