segunda-feira, maio 10, 2010


UNI - VERSO / HOLISMO / ECOLOGIA

Admitindo-se a presença de um princípio inteligente e autoregulador nos fenómenos naturais,  sem recorrer a uma conceptualização antropomórfica do Cosmos, ou à mistificação das leis da Natureza,  atinge-se, dessa forma, a evidência de que não existe sistema fechado ou isolado e que, por conseguinte, todos eles são interligados e interdependentes, constituindo um único corpo dinâmico e organicamente concatenado. Esta formulação não se aplica apenas aos sistemas físicos e biológicos, mas também aos de natureza intelectual e religiosa - por uma simples questão de simetria e uniformidade do critério de análise em uso. Finalmente, seguindo esta mesma regra fundamental, também os sistemas de naturezas diferentes - físicos, biológicos, mentais e espirituais - são partes inseparáveis de um único corpo, sendo os fenómenos observados, em cada campo específico, o resultado de uma complexa teia de interacções que envolve todos as organizações da Natureza. Então, sendo assim, se é verdade que em um ecossistema qualquer está presente um vector autoregulador e autoconservador do equilíbrio dinâmico do sistema - e isto já foi constatado pela Ecologia - é inevitável que haja uma mesma força de coesão, ligação e regulação entre todos os processos da Natureza, qualquer que seja o tipo ou categoria de fenómeno envolvido. (Wanderley, A. C. , Holismo e Ecologia por uma Nova Era)


O Holismo é uma postura filosófica que advém, em primeira mão, do Monismo do Advaita Vedanta Hindu. Posteriormente foi revivida pelo pensamento grego de Plotino e modernamente aparece revigorada pelo desenvolvimento da pesquisa holográfica e da memória celular, caracterizadas por uma abordagem sistêmica e sintética (não-dualista) dos aspectos observáveis ou inteligíveis da Natureza. Nesta abordagem, cada elemento de um campo é considerado um evento que reflecte e contém todas as dimensões ou propriedades do campo. Holograma é, desta forma, um filme especial, obtido com raios laser, onde qualquer uma das suas partes, por menor que seja o tamanho, é capaz de reproduzir a informação do filme completo.


Ecologia é uma ciência,  inicialmente restrita ao estudo das relações entre os seres vivos e seu habitat natural, que se generalizou devido, em grande parte, aos progressos da Teoria Geral dos Sistemas, ultrapassando os limites da Biologia, da Química e da Física. Uma das suas realizações mais recentes consubstancia-se na Hipótese de Gaia. Esta teoria procura demonstrar como toda a Terra (Gaia, a deusa grega) age e reage através de fenómenos físicos, químicos, económicos, sociais e ideológicos, como um único organismo vivo, em busca de equilíbrio e permanência.

No filme Avatar detemo-nos numa imagem/metáfora, a Grande Árvore, que na linguagem Jungiana representa um arquétipo de Mãe. Pode estabelecer-se uma estreita relação entre a Grande Árvore e a Mãe Natureza, ou Gaia. A árvore é o próprio símbolo da vida colectiva do povo Na´vi. Todos (os Na'vi ou os seres humanos) se encontram ligados a um Centro Vital integrador.

Na cultura ocidental a árvore simboliza a vida e a salvação. O Salvador, Jesus Cristo, é a "árvore da vida". Segundo o Antigo Testamento, no paraíso estavam as árvores do bem e do mal e a árvore da vida. Os egípcios procuravam  a árvore na qual os deuses reinam. Na mitologia grega, o carvalho era a árvore preferida de Zeus, pensa-se que pela sua capacidade de atrair os raios.
Na França revolucionária de 1789, ergueram-se árvores para festejar a liberdade ("árvores de maio"), símbolo laico de redenção.
No Candomblé, a árvore simboliza a Natureza ancestral e é objecto de culto. É profunda a relação dos Orixás com a árvore da vida.


IMAGENS DO GOOGLE - A Grande Árvore do filme Avatar; A Árvore da Vida e os Orixás do Culto Candomblé
VÍDEO DO YOU TUBE - (Enviado pela minha querida amiga Luisa Neto) - We Are All One

3 comentários:

  1. Tudo está ligado e só assim tem sentido.
    Gostei da menção ao Avatar, também senti no filme essa qualidade unificadora.

    ResponderEliminar
  2. O sentido religioso da vida.

    ResponderEliminar
  3. Obrigada Sofia e Sissi pelo vosso interesse.
    bj

    ResponderEliminar