domingo, março 07, 2010


AN EDUCATION

Claro que gostei!

O filme, da dinamarquesa Lone Scherfig, apresenta como principal personagem, Jenny, a promissora actriz Carey Mulligan que incorpora a complexidade, curiosidade, força anímica e frescura de uma jovem adolescente inglesa, nos primeiros anos de 1960. Menina inteligente, que procura decidir caminhos, aprendendo na vida o que a rigorosa e formal escola inglesa e a família média tradicional não revelam.
Não é um filme de tese, não acusa ou refuta, desenvolve-se sem culpa, em imagens que cultivam pormenores da época, como a roupa, a máquina fotográfica, o gira-discos, etc... O roteiro fluído e inteligente é de Nick Hornbey, o director de fotografia parisiense é Jonh de Borman e são ambos responsáveis por belas sequências, concretizadas em quadros / fotografia cuja luz e dinâmica agarram uma sensibilidade apurada.
A trilha sonora de Paul Englishby é deliciosa e veste bem todas as cenas e interfaces da história.
Saliento o equílibrio do argumento e a solidez narrativa conseguida por bons actores como Peter Sarsgaard, Emma Thompson, Olivia William, Alfred Molina. Realço a lucidez da aprendizagem de Jenny, a jovem inglesa, que decide o seu rumo de vida sem recriminação ou desistência.

2 comentários:

  1. Vou ver esta semana. Não tenho a tua pedalada.
    Levo em conta a tua apreciação.
    beijinho

    ResponderEliminar
  2. Dizes tu, que não tens...
    Vais gostar. Eu sei!
    bj

    ResponderEliminar