sábado, janeiro 23, 2010



Ver

"Tudo aquilo que vemos no dia a dia, é mais ou menos deturpado pelos hábitos adquiridos. O esforço que é preciso para nos libertarmos das imagens fabricadas (através das fotografias, dos filmes e dos reclames) exige uma certa coragem e essa coragem é indispensável ao artista, que deve ver tudo como se estivesse a ver pela primeira vez. É preciso ser-se capaz de ver pela vida fora, como quando em criança vimos o mundo, pois a perda desta capacidade de ver significa simultaneamente a perda de toda a expressão original"

HENRI MATISSE (1869 - 1954)
DESENHO A LÁPIS DE COR E CANETAS - 'O Parque da Lavandeira' - MARIANA (5 anos)

Sem comentários:

Enviar um comentário